Este website usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao navegar no website aceita que os usemos. Para saber mais, por favor leia os Termos de Utilização.

Partilhar nas Redes Sociais

Luz Azul cortina
Quatro conselhos para evitar a fadiga visualQuatro conselhos para evitar a fadiga visual

Quatro conselhos para evitar a fadiga visual

Não é por acaso que dizem que esta é a nova doença do século XXI. A tensão e fadiga ocular provocada pelos ecrãs digitais pode afetar 25% das pessoas que passam mais de três horas por dia em frente a estes dispositivos. Pertence a este grupo?

Usar por várias horas dispositivos com ecrãs digitais tem um preço a pagar. Dores de cabeça, tonturas, náuseas e ansiedade são sintomas já avançados que se juntam a outras queixas comuns (ver caixa). A síndrome visual de computador (SVC) é considerada problema clínico desde 2005. Desde aí, muitos anos passaram e os ecrãs continuam a moldar a visão, para pior.

Os sintomas de fadiga visual vão sendo cada vez mais fortes e mais frequentes. Há cada vez mais pessoas a manifestar sinais de fadiga ao fim de várias horas de olhos postos num ecrã. O que pode ser explicado pelo aumento do uso destes dispositivos. Tudo se faz através deles.

Milhões de pessoas no mundo trabalham em frente a um monitor. Usa-se o smartphone para trocar mensagens, consultar emails, navegar nas redes sociais – isto em qualquer momento de pausa. Em casa, voltamos a dedicar algumas horas à televisão ou novamente ao computador. Há até quem opte por ler livros através de um tablet, mesmo em dias de férias! Vivemos numa sociedade moderna dominada pela tecnologia e tudo indica que esta seja uma evolução em crescendo acelerado.

Se ainda não parou para calcular as horas que passa em frente a um ecrã, faça-o. Só para ter uma ideia. Os hábitos que parecem inofensivos podem estar por trás de vários problemas: irritação, ardência, vermelhidão, mal-estar, cansaço.

Aliviar os sintomas

O facto de ser um problema reconhecido pela comunidade médica significa que já é possível prevenir e tratar a SVC. Há uma série de cuidados que deve ter no dia a dia sempre que faz utilização destes equipamentos.

1. Monitores com qualidade e bem posicionados

Quanto mais tempo olhar para o ecrã, maior a probabilidade de assumir uma postura errada: costas curvadas e pescoço inclinado para a frente. O encurtar das distâncias e aumento da proximidade dos ecrãs torna mais difícil manter a acuidade visual durante longos períodos de tempo. No caso de trabalhar em frente a monitores, opte por arrumar o espaço à sua volta, de forma a conseguir a melhor organização possível entre ecrã, teclado, cadeira. Os olhos devem estar à altura do monitor e este a uma distância de 45 a 60 centímetros. Quanto mais estável for a imagem do ecrã, melhor. Faça pausas para descansar a vista e diversifique a atividade para não estar constantemente a olhar para o ecrã. Siga a regra dos quatro 20.

2. Espaço envolvente humidificado e devidamente ventilado

Piscar os olhos enquanto faz um movimento circular com o pescoço é um dos exercícios de ioga para corrigir a visão e aliviar o desgaste ocular indicados por especialistas como o japonês Kazuhiro Nakagawa. Esta ação é essencial para manter os olhos hidratados. Porque a proximidade do ecrã provoca um estado de tensão constante, o resultado é uma diminuição do número de pestanejo. Convém lembrar que as lágrimas libertadas com o pestanejar servem não só para lubrificar o olho inteiro como para entregar nutrientes e oxigénio à córnea. É crucial que tenha em atenção esta ação. Ambientes secos são os maiores inimigos das lágrimas. Nem sempre é possível desligar o ar condicionado comum, por isso opte por comprar um pequeno humidificador e colocar na secretária.

3. Luz homogénea e menos intensa

Manter a intensidade regular da luz no ambiente de trabalho é essencial. Um ecrã demasiado luminoso num espaço sem luz constante obriga os olhos a reajustar sempre que se muda o ângulo de visão.

4. Consulta regular

Uma vez por ano é a frequência ideal para consultar um especialista da visão, especialmente em casos de uso de óculos ou lentes de contacto.

Principais sintomas de síndrome visual de computador


1. Olhos lacrimejantes
2. Visão desfocada
3. Irritação
4. Olhos vermelhos e pesados
5. Ardência ou dor